30.11.09

Resistência! Contra os colaboracionistas, contra o inimigo!

Quando Maurício Pétain Assumpção assumiu o comando da República do Botafogo, de maneira controversa e certamente obscura, iniciou-se uma triste guinada de rumos na condução das políticas gloriosas. A resistência, característica marcante na República em quase toda sua História foi pouco a pouco dando lugar a um perigosíssimo colaboracionismo. Sob o falso pretexto que a “a República não conseguirá evoluir lutando contra tantos inimigos”, uma sinistra trama de capitulação foi sendo orquestrada.

O primeiro passo, a ascendência da associação criminosa conhecida como “Corte dos Gordos” aos altos escalões do poder republicano. Essa associação, em conluio com o presidente colaboracionista Pétain Assumpção, começou então a desenvolver seu plano de sabotagem interna e entrega da República ao Eixo. A formação de um exército maltrapilho e incapaz de lutar em níveis minimamente decentes foi o primeiro sintoma, agravado pelo retorno, na condição de oficiais, de notórios borra botas e entreguistas, que haviam sido expurgados anos antes de nossas fronteiras: Cabo Anselmo e o burocrata Lucio Flavio, que voltou dizendo-se orgulhoso de sua nova coleção de carimbos e formulários inúteis. A falta de compromisso dos soldados com o país nunca foi condenada, ao contrário, sempre foi incentivada e favorecida – vide o caso do preguiçoso e indolente Major Reinaldo, que não obstante todas as suas ações de má conduta, segue à frente da 7ª Brigada, historicamente a tropa de elite e vanguarda mais avançada do Exército Glorioso.

As ações de Pétain Assumpção e da Corte dos Gordos não se limitaram, infelizmente, ao desmantelamento do exército, o que por si só já seria demais. A alta traição atingiu níveis estratosféricos com a agenda colaboracionista com o Eixo. Num estranho almoço, foi selado um estranhíssimo pacto de amizade com o Reino da Gávea. Depois, uma aproximação com a Federação dos Países, inimiga histórica dos valores republicanos e abertamente contrária aos gloriosos.


Os odiosos soldados do Eixo fazem demonstrações em pleno território republicano,com a anuência do colaboracionista Pétain Assumpção

O estrago estava feito. Pétain Assumpção e a Corte dos Gordos, com suas políticas colaboracionistas, pouco a pouco começaram a entregar a República. O Eixo foi crescendo, nosso país diminuindo. Politicamente, militarmente, a política de Pétain Assumpção é destruidora das grandes e belas tradições gloriosas, assim como do orgulho de seus cidadãos.

Para o Eixo, a República Colaboracionista de Pétain Assumpção passou a ser chamada de Vichy-Fogo, uma área semi-desmilitarizada com um governo de fachada, que entrega as Escolas de Formação de Militares a empresários inescrupulosos e alinha sua política á vontade do Eixo.

Pior que um governo ausente é um governo aliado com o inimigo. Os gloriosos vão vendo suas cidades bombardeadas, seu povo atacado e o pan-flamenguismo crescendo em níveis alarmantes. O colaboracionista Pétain Assumpção não apenas não faz nada como aplaude o crescimento inimigo e a desgraça da República.

O Eixo cresce, Vichy-Fogo permite e os inimigos já se avizinham a nossas fronteiras. A cidade de Engenhão, parcialmente destruída após seguidos bombardeios, é alvo de cobiça dos inimigos. O Eixo já dá como certo que a segunda cidade mais importante de nosso país será uma zona neutra sob seu controle. Arquitetos do Eixo já fazem planos de reurbanização e até mesmo pensam em mudar o nome da cidade (!!), tudo com o conluio e aprovação do colaboracionista Pétain Assumpção.



Impedir o avanço dos porcos. Não importa como!!!

E a criminosa política colaboracionista de Pétain Assumpção e da Corte dos Gordos está prestes a atingir o ápice de destruição do moral e valores republicanos. Informantes garante que o exército porco marcha de Paulicéia para atacar Engenhão. Uma vitória dos porcos, garantem os informantes, fará Pétain Assumpção assinar rendição incondicional. A capitulação virá na forma da entrega da 1ª Colônia. Um desastre, sob todos os pontos de vista, para o tão sofrido povo glorioso.

O clima entre o povo, não poderia ser diferente, é de apreensão total. O exército porco é forte e está motivado, o nosso não passa de um bando maltrapilho, mal armado e mal preparado, além de composto por borra-botas medrosos, frouxos, sem alma, sangue ou coração.

No governo, não podemos confiar. Ele É o inimigo. No exército, tampouco. Ele é incompetente e frouxo. Então, qual a pedra de salvação para a dignidade republicana? O povo, sempre ele e somente ele.

É do povo que virá a Resistência. É do povo que nasceram os Maquis Alvinegros, guiados ideologicamente por João Moulin Saldanha. É do povo que virá o grito de NÃO PASSARÃO aos porcos, é do povo que virá o grito de FORA BANDIDOS a Pétain Assumpção e à Corte dos Gordos!

Cidadão Glorioso! Nós somos a última trincheira que pode salvar a República! Vá a Engenhão e ajude a salvar seu país, dos porcos, do Eixo e de um governo colaboracionista.

Ás armas! A última batalha nos aguarda.

Mesmo com tudo em ruínas, o glorioso ainda se veste com as cores do país para tocar o hino. Defendamos nosso país! Ele precisa de nós!

10 comentários:

Gil disse...

Grande Danilo,

Estarei lá e se os deuses do futebol, principalmente os Botafoguenses, não ajudarem, farei dois anos sabáticos dos estádios.

Não aguento mais incentivar esse bando de borra botas.

Com essa corja de abutres que se apoderaram de GS será sofrimento até o último dia dos seus mandatos.

Abs e Sds, BOTAFOGUENSES!!!

Dora disse...

só vc Danilo prá me dá um pouco de alento e esperança.
meu amigo só faço chorar desde domingo.
nunca vi um time tão medíocre e uma diretoria tão incompetente, omisa e escusa, no nosso Glorioso nesses anos todos de jornada.
essa semana é uma das mais longas e tristes desse ano prá mim.
por mim já ia desde ontem pro Engenhão.
já comecei a semana pilhada.
que Deus nos ajude e nos proteja porque agora só dependemos dele e do seu milagre.
saudações aflitas e desesperadas alvinegras!

Rui Moura disse...

Mais um texto fabuloso, Danilo! Expressa tudo o que os botafoguenses inteligentes, ousados e corajosos sentem pela República!

Abraços Gloriosos!

Pedro disse...

compra a porra do meu ingresso!

General Fischer disse...

Sempre brilhante , Danilo!

Às armas!

Arapoan Fernandes disse...

Brilhante Danilo, e o POVO garantiu, eles não passaram. E que agora o POVO faça a revolução e cobre desta cambada de dirigentes incompetentes uma postura diferente no próximo ano.
SDS
Boas Festa
Arapoan

Dora disse...

Danilo, vc sempre falou eles não passarão e não é que ontem com a nossa força eles não passaram.
saudações sempre meu amigo!

guiga disse...

Conseguimos!

Agora resta tentar a inserção no âmbito político-institucional e disputar os rumos de nossa querida República.

À compra de títulos, para termos reconhecimento como cidadãos gloriosos!

Dirley disse...

AVANT LA RESISTANCE

Luiz disse...

Fantástico, Danilo! A resistência não pode baixar a guarda.

"À compra de títulos." Está aí parte da saída.

Saudações alvinegras!